segunda-feira, 6 de setembro de 2010

ERAS ... E NEM SABIAS ...

Não me tapes a boca, nem fales por cima de mim. há tantas coisas que te quero dizer e tu nem sequer dás ao trabalho de ouvir. não me venhas com histórias manhosas de não teres tempo, que eu não sou parva nenhuma. para ti, acabaram-se as costas largas e os miminhos. acabaram-se os ouvidos que ouviam as tuas mentiras. era eu que te mandava mensagens, era eu que ia falar contigo a perguntar como estavas, era eu que me preocupava contigo. não fui eu que me esqueci de ti, foste tu que me esqueceste. se querias tanto largar-me nunca na minha vida devis ter aparecidu!
eu nunca te pedi o mundo, só te pedia a ti. era demais?
ok, iludi-me, amei, sofri e agora? agora, vou seguir em frente, sem ti. foste tu que fizeste a escolha de me perder, não eu, tu. não te arrependas, que eu também não me vou arrepender. guarda o que quiseres de mim, eu guardei só os momentos bons. fala o que quiseres de mim, eu vou falar o que só tiveres de bom, descansa. eu não quero mais esta historia inventada pra mim, estou cansada, exausta. perdi as forças e as teclas do meu computador começam a perder também, afinal são elas que lutam comigo (em todos os textos) por ti, são elas que falam por mim. os meus amigos/as não dizem mas devem estar fartos do teu nome. por isto tudo e muito mais, já não tenho condições de lutar. desisto de ti, de “nós”. se é que algum dia houve “nós”.





Num dia sou princesa, no outro sou apenas mais uma. mas não faz mal, eu sei me levantar !
Pertences ao passado, e é lá que deves ficar. É hora de abrir outro capítulo na minha vida, onde de ti já não reste nada. Nada que me faça mal, nada que me faça cair. e queres saber? sem ti não está assim tão mau. fica bem

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto
Lisboa, Portugal
Portugal/Angola contacto : soraiamangoloves@hotmail.com